Promovendo a recuperação ambiental e visual do Sistema Tietê-Pinheiros ”

Despoluição dos Rios

Cenário


Em 1991, mais de 1,2 milhão de pessoas fizeram um abaixo-assinado para despoluição do Rio Tietê, dando início ao maior programa de saneamento ambiental do país: o Projeto Tietê. Até 2012, SP conseguiu reduzir a mancha de poluição em 160 km. No entanto, a qualidade da água na região metropolitana de São Paulo continua baixa.


Objetivo do projeto


Promover a recuperação ambiental e visual do Sistema Tietê-Pinheiros, visando integrar os rios com a sociedade. O objetivo do projeto era requalificar todos os rios da Região Metropolitana de São Paulo e enquadrá-los nos respectivos níveis de qualidade da água estabelecidos pelo CONAMA, até o final de 2020.

Período: Out/2012- Dez/2014


Principais ações tomadas pelo Estado


  Desenvolvimento da estratégia de Despoluição dos Rios da nascente (montante) para a foz (jusante), em 6 fases;

  Definição de metas e ações de despoluição a curto e longo prazo;

  Definição de metas e ações de requalificação paisagística urbana das marginais dos rios Tietê e Pinheiros;

  Integração dos diversos atores envolvidos direta e indiretamente na qualidade dos rios, incluindo 8 Secretarias Estaduais, Comitês de Bacia, Municípios da Região Metropolitana, além de órgãos como SABESP, CETESB, DAEE, EMAE, e ARCESP;

  Monitoramento mensal da qualidade da água em três pontos de controle (Rio Tietê, Rio Tamanduateí e Rio Baquirivú);

  Criação de um Comitê Executivo e uma Unidade de Gestão do Programa para direcionar as ações estratégicas, articular as intervenções, e acompanhar as ações do programa.


Principais resultados gerados pelo projeto


  Entrega de diagnóstico das oportunidades de melhoria no projeto de despoluição dos rios da região metropolitana de São Paulo.

  Formulação de Plano Estratégico com metas, indicadores, modelo acompanhamento e governança do programa.

  Os indicadores de qualidade da água não apresentaram melhora significativa de forma abrangente no período de medição Jan/2014 a Dez/2014 (houve melhorias apenas em locais específicos). O desempenho abaixo do esperado neste período se deu em parte pelo agravamento da crise hídrica em SP em 2014 e por atrasos na execução das ações pelo Estado.


Notícias relacionadas


Estado lança plano para despoluir de rios da Região Metropolitana de SP

São Paulo lança plano para despoluir seus principais rios